Parentes estão preocupados com familiares que residem na Líbia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Parentes estão preocupados com familiares que residem na Líbia

Mensagem por Convidad em 22/02/11, 04:39 am

Uma semana sem notícia. Rafael Carvalho passou as férias em Feira de Santana, na Bahia. No dia 14, voltou para o trabalho em Benghazy, a cidade da Líbia com os protestos mais violentos.
"Eu só peço que se ele ouvir essa mensagem, que ele entre em contato o mais breve possível conosco", pede o pai de Rafael, Antônio Carvalho.


Em São Paulo, a analista financeira Enide Nascimento também está preocupada. O irmão e a cunhada dela moram em Benghazy. O último contato com eles foi no sábado.


“Eu pude ouvir por telefone os tiros que estavam tendo perto da casa dele e foi quando ele gritou pra mim eu vou desligar, tenho que desligar. Aí eu liguei pra ele de novo, ele falou que a situação tinha fugido do controle, ele estava ouvindo bombas, ele escutava tiro, ele estava preso em casa. Estava desesperado com a esposa dele. Depois disso eu não consegui mais contato”, fala.


Nos últimos dois dias, ela conversou com representantes do Itamaraty e da construtora Queiroz Galvão, empresa em que o irmão trabalha. Ouviu que o plano é fretar um avião para retirar os brasileiros que quiserem sair. Mas, do irmão, nenhuma notícia.


O Itamaraty informou que negocia com o governo da Líbia agilizar a remoção de cidadãos brasileiros. Por enquanto, a decisão de sair ou ficar no país é de cada um deles, mas dependendo da escalada da violência na Líbia, essa orientação pode mudar.


“A ideia era que mulheres e crianças alguns cidadãos brasileiros deixassem a Líbia, agora se a situação continuar deteriorando esse quadro poderá se transformar”, diz o chanceler Antonio Patriota.


O brasileiro que treina o time de maior torcida na Líbia não vai esperar. Em entrevista por telefone ao Jornal da Globo, Heron Ferreira disse que a sensação de insegurança cresce a cada hora.“Ouvi ontem muitos disparos, barulho de explosão, helicóptero sobrevoando a cidade."


Ele mora em Trípoli, capital da Líbia. Por causa do trabalho, não pode deixar o país imediatamente. Mas não quer correr riscos. “A minha família e a minha comissão técnica saem todos depois de amanhã. Prefiro primeiro que todos saíam pra eu sair por último."


A construtora Queiroz Galvão disse que está providenciando a retirada segura de seus funcionários, e que todos passam bem.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Fonte:G1


Grato,
Pedro Miguel

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Parentes estão preocupados com familiares que residem na Líbia

Mensagem por Caipora em 23/02/11, 04:01 am

essa situação na Líbia tah muito tensa, ainda mais com akele ditador no poder... :s

espero q consiga oq o egito e outros países conseguiram...

Caipora
Utilizador do Fórum

Sexo : Masculino
Idade : 27
Número de Mensagens : 344
Minha Frase : Saudações pessoas.... ;p
Localização : João Pessoa, PB
Barra de respeito as regras: :

http://www.hitechbr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum