O Baixaki testou adaptadores para dois chips em um celular

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Baixaki testou adaptadores para dois chips em um celular

Mensagem por Convidad em 03/02/11, 04:09 pm

Com a norma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) garantindo o desbloqueio gratuito de aparelhos celulares, a popularização da venda de aparelhos sem bloqueio e ainda a quantidade de ofertas das operadoras de telefonia celular, é cada vez mais comum encontrar pessoas com mais de um número de telefone móvel.

Contudo, a opção mais prática talvez não seja ter dois aparelhos para abrigar os dois chips que você utiliza. Então, o Baixaki resolveu dar uma ajuda e testar dois adaptadores que prometem transformar um aparelho que suporta apenas um chip em um capaz de usar dois. O resultado, contudo, não foi tão animador. Confira nossa análise abaixo.

O que eu faço com tudo isso?

Os dois adaptadores são bem diferentes. Um parece frágil demais e o outro parece complicado demais (e realmente é!). O primeiro deles tem o incrível nome de “King of double card” (Rei do cartão duplo) e você só precisa encaixar os chips e conseguir guardar tudo dentro do compartimento da bateria do aparelho.

O segundo tem o sugestivo nome de “Duplo simcard” e dá bastante trabalho para ser preparado. Primeiro que ele exige que você corte o chip – isso mesmo, você deve passar a tesoura no simcard e deixar somente o chip. Ele conta com um molde que facilita as coisas, mas não resolve tudo.

Primeiro teste: rei do cartão duplo

Compreender como funciona o primeiro adaptador é mais simples do que parece. Você precisa encaixar um chip na extremidade equipada com um molde de metal e, na outra, grudar o outro chip. A ponta em que foi grudado o cartão, juntamente com ele, deve ser inserida no compartimento padrão do celular, no qual estava o seu simcard antes de começar todo o processo.

Feito isso, em tese, bastaria que fosse dobrado o adaptador (ele é feito de um material maleável) e colocada a bateria dentro do aparelho. Mas, na prática, esta tarefa não é tão simples assim, afinal, se a bateria não for bastante fina, dificilmente você conseguirá fechar o celular com ela e o adaptador dentro.


Nós testamos em quatro modelos diferentes e nada. O adaptador se conectava ao celular, mas na hora de fechar... Não fechava! Na última e derradeira tentativa, finalmente, conseguimos encaixar a bateria e fechar o aparelho.

Este adaptador conta com um sistema de identificação do chip que adiciona um novo menu no celular e por meio dele é possível selecionar qual simcard você deseja usar. É um jeito bastante prático que permite a você escolher se quer usar um ou outro, mas o aparelho só receberá chamadas feitas ao chip selecionado no momento.

Enfim, depois de muita labuta obtivemos sucesso e comprovamos que estes adaptadores funcionam, por mais que não sejam tão práticos quanto prometem ser.


Segundo teste: cortar o chip pode não ser uma boa idéia

Usar o segundo adaptador parecia um processo complicado desde o início, pois ele necessitava que fosse cortado o chip. No kit, além do adaptador em si, estão duas cartelas com dois adesivos em cada uma.

Os adesivos de uma destas cartelas servem como molde para que você recorte o simcard, deixando-o com o tamanho reduzido o suficiente para ser usado no adaptador. Na verdade você tira o excesso de material em torno do chip, e, como é ele quem realmente importa, isto não faz diferença.


Mas o primeiro problema encontrado para usar este adaptador foi a variedade de tamanho dos chips. O simcard possui dimensões padronizadas, mas o chip em si não. De qualquer forma, sem dó nem piedade, usamos o molde que acompanha o kit e recortamos o chip, reduzindo-o tal qual era indicado na figura.

Feito isto com os dois chips, agora vinha o problema maior: encaixá-los no adaptador. Seguindo as instruções do manual que veio junto com ele, simplesmente foi impossível usar este adaptador. Isto porque ele deveria ser fechado com uma tampa de metal que também acompanha o kit, mas não havia a menor possibilidade de isto ocorrer, pois o espaço do dispositivo não comportava os chips mais a tampa.

Desistimos depois de várias tentativas, pois não havia solução. Seguindo as instruções não foi possível usar o adaptador. Porém, nem tudo estava perdido. Talvez prevendo que o dispositivo não funcionaria, seus desenvolvedores tiveram a brilhante ideia de adicionar dois adaptadores plásticos no kit.


É aí que entra também a outra cartela de adesivos (em branco). É possível encaixar os chips cortados nos adaptadores plásticos, colar com a fita adesiva e você tem um chip inteiro novamente, podendo usá-lo tranquilamente no seu aparelho celular. É algo quase incrível e merece destaque (mas só um pouco).

Resultado final? Reprovados!

Se você acha necessário usar dois chips, a melhor opção com certeza é usar um aparelho que comporte isto nativamente. Hoje em dia é possível encontrar estes equipamentos por preços mais acessíveis, com inúmeras funções e um excelente desempenho, basta procurar bem.

O primeiro adaptador até funciona e pode ser uma solução para quem não quer (ou não pode) adquirir outro celular, mas mesmo assim, funcionalidade e praticidade não são os principais pontos deste dispositivo. Sobre o segundo não tem muito que comentar, afinal, das duas uma: ou não fomos capazes o suficiente para montá-lo ou isto é impossível mesmo.

Mas nós contamos também com a sua colaboração. Se você tem dicas de outros métodos ou ainda sabe de experiências mais bem-sucedidas com estes adaptadores, registre tudo nos comentários.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Fonte:Baixaki Tecnologia

Grato,
Pedro Miguel



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum