Corpo do ator John Herbert é cremado ao som de Frank Sinatra

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Corpo do ator John Herbert é cremado ao som de Frank Sinatra

Mensagem por Convidad em 27/01/11, 02:30 pm

O corpo do ator John Herbert foi cremado nesta quinta-feira (27) em São Paulo em cerimônia de cerca de 15 minutos realizada no crematório da Vila Alpina, Zona Leste da cidade. Herbert morreu nesta quarta, aos 81 anos, vítima de enfisema pulmonar. Ele estava internado desde 5 de janeiro no Hospital do Coração (SP).
O corpo de Herbert chegou ao crematório por volta das 13h30 desta quinta. A cerimônia teve início às 14h10, ao som de músicas de Frank Sinatra - uma versão de "Garota de Ipanema" e os sucessos "New York, New York" e "My way" foram executados.

Apesar de aberta ao público, a cerimônia foi acompanhada por familiares e amigos mais próximos do ator. A atriz Eva Wilma, que foi casada com Herbert de 1955 a 1976, também esteve presente à cremação.
Dez coroas de flores, com homenagens de colegas do teatro e da televisão, como o novelista Benedito Ruy Barbosa, foram enviadas ao local.



Velório
O velório de Herbert teve início na quarta-feira, no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo, e foi retomado na manhã desta quinta.
No final da tarde de quarta, o músico John Herbert Júnior, de 52 anos, se emocionou ao falar sobre a perda do pai. "Meu pai deixa um grande exemplo de amor à vida, e, principalmente, de bom-humor", disse.
Segundo o filho do ator, Herbert se manteve lúcido até os momentos finais. "Pudemos aproveitar boas conversas em seus últimos dias de vida. Esta semana o [ator] Oscar Magrini o visitou no hospital e meu pai contou uma piada impublicável. Era um cara boa-praça mesmo", relembrou.
Além de familiares e fãs, os atores Cássio Gabus Mendes, Marcos Caruso, Marisa Orth, Juca de Oliveira, Irene Ravache e Eva Wilma também estiveram no velório.


Carreira
Além de ator, Herbert também era produtor e diretor. Ele trabalhou em mais de 30 novelas da TV Globo, como "Que rei sou eu?" e "Sinhá moça", sendo a sua última "Três irmãs", de 2008. Ele também esteve em "Sete pecados", reprisada no ano passado pelo "Vale a pena ver de novo".

Natural de São Paulo, Herbert interpretou a si mesmo na minissérie "Um só coração" (2004), que prestava uma homenagem à capital paulista, na época comemorando 450 anos. Trabalhou duas vezes em "Malhação": entre 1995 e 1996 fez o personagem Nabuco, enquanto em 2005 viveu o personagem Horácio.

Durante as décadas de 1950 e 1960, Herbert ficou conhecido pela minissérie "Alô, doçura" (de Cassiano Gabus Mendes), em que atuava ao lado de Eva Wilma, sua esposa durante mais de duas décadas (1955-1976). Ele estava casado havia 30 anos com Claudia Librah. Herbert deixa quatro filhos e cinco netos.

Antes de ingressar na carreira artística, o ator chegou a estudar Direito em 1949, na Faculdade do Largo São Francisco. Um ano depois estava no Centro de Estudos Cinematográficos, de Ruggero Jacobbi. Ele chegou a se formar na faculdade e a estagiar em um escritório apenas para "dar uma satisfação a sua família".
Apesar de ter seu nome popularmente associado à televisão, Herbert se destacou principalmente no teatro e nos cinemas. A primeira peça de Regina Duarte ("Black out", de 1967) foi produzida por ele. Em 1980, ele dirigiu o filme "Ariella", seu primeiro longa como diretor.

Nessa época passou a se dedicar à TV. Apesar de trabalhar no Rio de Janeiro, sempre fez questão de continuar morando em São Paulo.

Fonte:G1

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum