G1 entra em van futurista do Salão de Detroit; coreanos foram destaque

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

G1 entra em van futurista do Salão de Detroit; coreanos foram destaque

Mensagem por Convidad em 27/01/11, 11:56 am

As fabricantes sul-coreanas foram destaque no Salão de Detroit, encerrado no último domingo (23), nos Estados Unidos. Na tentativa de crescer no resistente mercado americano, ainda dominado pela dupla General Motors e Ford, seguida pelas japonesas Toyota, Honda e Nissan, as montadoras mostraram suas apostas para o futuro próximo. A Hyundai, que ocupou a sétima colocação no ranking de vendas nos EUA em 2010, destacou o conceito Curb, um crossover compacto.

A Kia, que pertence ao mesmo grupo dono da Hyundai, trouxe uma van de interior inovador, com bancos giratórios e assoalho que lembra carpete de madeira; o G1 entrou na KV7 (veja no vídeo acima). Contra-atacando na linha futurista, a GM, líder em vendas no país, exibiu o EN-V, protótipo elétrico de duas rodas para duas pessoas apresentado no Salão de Xangai, em 2010.

A KV7, ainda sem previsão de ser vendida, tem a intenção de oferecer uma experiência diferenciada aos passageiros. A porta para os bancos traseiros, que existe apenas de um lado do carro, é no estilo "asa de gaivota". Não há coluna entre ela e a porta do carona: quando abertas juntas, permitem um espaço mais amplo para a entrada de passageiros.

Lá dentro, a sensação é de estar num lounge. Além dos bancos giratórios, há um pequeno sofá lateral para três pessoas e uma mesa interativa (chamada "onboard interactive tabletop computer") entre os bancos, conectada à web. Na frente, o banco do motorista e o do carona também giram.

O KV7 tem 4,87 m de comprimento, 2,03 m de largura e 3,1 m de distância entreeixos, coerentes com o segmento van. O motor é o novo Kia Theta II GDI 2.0 litros turbo, que gera até 285 cavalos de potência e é acoplado a uma transmissão automática de seis velocidades para dar potência e desempenho de um V6.

Curb enfatiza tecnologia
O Curb, da Hyundai, deve ser produzido em até três anos e quer esquentar a disputa com o recém-lançado Nissan Juke -a marca japonesa é a sexta mais vendida nos EUA. Com porte e linhas semelhantes ao ix35, o crossover tem traços mais esportivos – ganhou rodas de 22 polegadas – e futuristas que, segundo a fabricante, foram inspirados em uma moto de alto desempenho. Sob o capô, está o motor 1.6 de 175 cavalos.

Na cabine, há uma tela de acrílico sensível ao toque, integrada ao painel, e o sistema de segurança Blue Link, que possibilita ligar o motor, abrir as portas e porta-malas ou enviar um sinal de alerta do veículo por meio de mensagem via celular ou internet. A tecnologia permite ainda ligar o veículo sem chaves e acionar automaticamente o serviço de emergência, em caso de acidente -recurso que já existe em veículos da Volvo.

Nos retrovisores, o crossover tem câmeras. As imagens podem ser vistas no interior do veículo através de uma tela de acrílico chamada Tough Tech Designer, sensível ao toque, e que possui também o sistema de navegação do carro.
Essa tecnologia já estará disponível, em maio, no Veloster, também mostrado pela Hyundai em Detroit e que havia sido apresentado como protótipo em 2007.

Duas rodas
Na corrida futurista, o EN-V (Electric Networked-Vehicle), da GM, também se destacou. O carrinho de duas rodas que transporta duas pessoas é apresentado como opção para a falta de espaço no trânsito das grandes cidades. Foi testado primeiramente em agosto passado nas ruas de Xangai, na China, conhecidas pelo trânsito caótico. O veículo é desenvolvido em parceria com a fabricante chinesa Saic, com quem a General Motors tem uma joint-venture.

O protótipo, também sem data para chegar ao mercado, possui GPS que avisa onde há congestionamento e tem a opção de "condução autônoma", que dispensa a ação do motorista, graças a um elaborado sistema de navegação GPS, mapas digitais, sensores que detectam objetos, câmeras e outros dispositivos.

O EN-V pesa 500 kg e tem 1,40 m de largura, 1,63 m de altura e 1,52 m de comprimento. Ele pode alcançar até 40 km/h, segundo a fabricante. De acordo com a GM, ele poderá entrar em produção em 2030.

Balanço do salão
Os organizadores do Salão, um dos mais importantes do mundo, divulgaram nesta quarta-feira (26) que o evento teve 735.370 visitantes, contra 714.137 em 2010. A edição deste ano quebrou o recorde de público para um só dia, com 75.327 pessoas na última sexta (22). A marca anterior era de 1993. Foram lançados 55 veículos.

Também foram anunciadas as datas do Salão de Detroit 2012: o evento será aberto para a imprensa entre 9 e 10 de janeiro e receberá o público do dia 14 até 22 daquele mês.

Imagens









Vídeo:




Fonte:AutoEsporte
avatar
Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum